Dia cheio com reunião do FED e COPOM

Ontem o Ibovespa cravou um novo recorde intraday, chegando aos 100.438 pontos, porém investidores aproveitaram o momento de novos entrantes na bolsa e realizaram parte dos lucros, jogando o Ibovespa para os 99.588 pontos, com queda de 0,41%. O giro financeiro voltou a ser alto, chegando aos R$ 17,6 bilhões.

O mercado estava cauteloso pois hoje é um dia muito importante aqui e no exterior, aqui no Brasil teremos a reunião do COPOM, que não deve apresentar surpresas. O novo presidente do BC, Roberto Campos Neto, deve manter a cautela e manter os juros em 6,50%, mas esperado será a ata com os seus comentários. Além disso, hoje será apresentado a tão esperada proposta de previdência dos militares, esse é o principal empecilho que tem travado a tramitação da reforma, já que privilégios aos militares poderiam gerar ruídos e antipatia da opinião pública com a reforma, travando de vez a PEC.

Lá fora a expectativa é para a reunião do FED, que também deve manter os juros em 2,25% a 2,50%, as chances de isso acontecer é de 97,4%, porém já tem 2,6% dos analistas falando em corte de 0,25% nos juros. Trinta minutos depois do anúncio da taxa, terá uma entrevista de Powell, que pode indicar se os juros não vai subir mais esse ano.

Voltando a bolsa brasileira, ontem os bancos derrubaram o índice e contribuíram para o Ibovespa voltar abaixo dos 100 mil pontos, o que parece também ser uma realização de lucros, já que as ações subiram bastante em 2019. As ações do Bradesco (SA:BBDC4) caíram 2,15%, do Itaú (SA:ITUB4) recuaram 2,33%, do Santander (SA:SANB11) caíram 1,62% e do Banco do Brasil (SA:BBAS3) caíram 2,04%.
Já as ações de commodities subiram, a começar pela Petrobras (SA:PETR4) que avançou 1,60% com a boa perspectiva de sair logo a cessão onerosa. As ações da Vale (SA:VALE3) subiram 2,85%, com o destravamento imediato das duas barragens que tiveram suas atividades suspensas ontem pela Justiça.

Podemos destacar a alta forte das ações da Gol (SA:GOLL4), que subiram 5,11%, já que a Câmara poderá votar o projeto que libera 100% da participação do capital estrangeiro nas empresas aéreas.

As ações de frigoríficos que dispararam nos últimos dias, por conta do surto de gripe suína na China, passaram ontem por realização de lucros. As ações da BRF (SA:BRFS3) caíram 1,42%, da JBS (SA:JBSS3) caíram 3,15% e da Marfrig (SA:MRFG3) caíram 1,60%.

Indo para o dólar, ontem fechou praticamente estável, em 0,06% de baixa, fechando em R$ 3,78. O motivo dessa estabilidade, são as reuniões do FED e do Copom que trouxeram cautela aos investidores. Já o euro recuou 0,16%, fechando em R$ 4,29.

Os DIs voltaram a cair, com a expectativa do COPOM começar a considerar queda de juros ainda esse ano. O DI jan 2021 recuou de 6,92% para 6,91%, já o DI jan 2025 recuou de 8,54% para 8,49%.

Na agenda, teremos além da reunião do COPOM e da proposta de previdência dos militares, o índice de confiança ao consumidor. Já na agenda de balanços, teremos o resultado de Randon (SA:RAPT4), antes do pregão e após o pregão o resultado de Lojas Americanas (SA:LAME4), B2W (BTOW3 (SA:BTOW3)), Anima (SA:ANIM3) e Eneva (SA:ENEV3).

Indo para os Estados Unidos, o mercado fechou de lado, com Dow Jones subindo 0,10%, S&P 500 recuando 0,01% e Nasdaq subiu 0,12%.
Além da espera pelo FED, a expectativa é alta para um acordo entre China e EUA, que hoje voltou a ficar meio adormecido. Não podemos deixar de lembrar, que ontem o presidente Jair Bolsonaro se encontrou com Donald Trump. Foram alguns assuntos discutidos, mas os principais foram a crise na Venezuela e a solicitação do Brasil para integrar a OCDE(Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

A agenda norte-americana hoje será fraca, sem nenhum indicador importante, com o mercado voltado para o FED.
Na Europa as bolsas abriram em direções mistas, Frankfurt abriu com baixa de 1,18%, Londres subindo 0,15%, Paris subindo 0,02% e Madri recuando 0,18%. Na agenda teremos o PPI da Alemanha e o CPI do Reino Unido. Fazendo uma leve correlação, o PPI seria o nosso IGP-M e o CPI o nosso IPCA.

Na Ásia, as bolsas fecharam de lado, também em um dia de cautela, com Tóquio recuando 0,08%, Shanghai caindo 0,18%, Seul caindo 0,09% e Hong Kong subindo 0,19%.

Já o preço do barril de petróleo fechou em direções opostas, com o WTI recuando 0,15% e o Brent subindo 0,10%. Enquanto isso as criptomoedas também estão em direções opostas com o bitcoin subindo 0,22% nas últimas 24 horas, a ethereumrecuando 0,42% e a ripple caindo 0,30% no mesmo período.

Por Fabio Louzada – Eu me banco!
Acorda Mercado – Ano II, Edição 130
Youtube: www.youtube.com.br/eumebanco
Spotify (NYSE:SPOT): Eu me Banco!
SoundCloud: Eu me Banco!
ITunes: Eu me Banco!
Instagram: @fabioalouzada / @eu_mebanco

30 thoughts on “Dia cheio com reunião do FED e COPOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Here can be your custom HTML or Shortcode

This will close in 20 seconds

Open chat